• Jônatas Catunda de Freitas

Punção da tireóide – quem precisa fazer esse exame?

Tem um nódulo na tireóide e quer saber se precisa fazer a punção da tireóide? Nesse artigo vou tirar essa dúvida!

PAAF – punção aspirativa por agulha fina

A PAAF é um dos principais exames utilizados para avaliar um nódulo na tireóide. O exame consiste em inserir uma agulha no nódulo e aspirar algumas células, para olhar no microscópio e saber se o nódulo é benigno ou maligno.

Todo nódulo tireoidiano precisa ser puncionado?

Não

Existem critérios para ajudar nessa decisão, baseado nas características do nódulo no ultrassom da tireóide. Atualmente mais de 90% dos nódulos descobertos não são palpáveis, por isso a punção deve ser guiada por ultrassom.

ATA – American Thyroid Association’s Guideline

O tratamento dos nódulos tireoidianos e do câncer de tireóide é conduzido baseado nos fluxogramas da ATA. A ultima edição, de 2015, mudou os parâmetros para se indicar a punção. A edição prévia de 2009 recomendava PAAF para todos nódulos acima de 1cm e para todos os nódulos menores do que 1cm suspeitos. A recomendação atual é mais conservadora, com o objetivo de evitar o overtreatment do câncer de tireóide – tratamento bem mais agressivo do que a própria doença.

São levados em consideração 3 critérios ultrassonográficos – Tamanho, composição e ecogenicidade.

Indicações

  1. Nódulos menores do que 1cm – apenas quando houver suspeita muito forte