• Jônatas Catunda de Freitas

Como é a recuperação da cirurgia da tireóide?

Tem medo de operar porque não sabe como vai ser a recuperação? Neste artigo vou te explicar tudo sobre como vai ser depois da tireoidectomia!

Tireoidectomia = Cirurgia da tireóide

A tireoidectomia é uma cirurgia segura e a maioria dos pacientes se recuperam muito bem, melhor até do que eles esperavam. Não costumam sentir dor mas pode ser que sintam, não altera a voz mas isso pode acontecer, os níveis de cálcio podem baixar, alguns riscos não temos como prever. É comum termos algum receio antes de qualquer procedimento, por isso é importante saber o que vai acontecer e como vai ser.

Como vai ser no dia da cirurgia

Resumidamente – você vai chegar no hospital em jejum, vai se internar, vão te levar para o centro cirúrgico, o anestesista vai conversar com você e aplicar a anestesia para você dormir, induzir a anestesia geral, depois vai intubar e manter você em uma espécie de coma induzido respirando por aparelhos. Enquanto isso eu faço a tireoidectomia sem que você sinta nada. Ao acordar da anestesia você estará com o tubo orotraqueal na boca, é uma sensação desagradável mas evite se agitar e fazer movimentos bruscos para que não haja sangramentos. O tubo só pode ser retirado quando você estiver consciente e acordada.

Retirado o tubo, você será levada para a sala de recuperação e cará lá por em média duas horas – a maioria dos hospitais não permite acompanhante neste local. Desde esse momento em diante, você não sentirá dor pois estará tomando medicações direto na veia. Depois será levada para o seu apartamento para descansar. Não há problema algum em falar ou receber visita. Nas primeiras 6 horas após a cirurgia existe risco de sangramentos e hematomas, por isso é necessário continuar em repouso e em jejum até o dia seguinte, mas não há limitação para caminhar até o banheiro por exemplo. Não é obrigatório a presença de um acompanhante, mas é recomendado.

O primeiro dia após a cirurgia

Após a cirurgia, é muito comum eu deixar um dreno para remover as secreções que acumulam após a cirurgia. Ele é removido no primeiro dia e não dói nada.

Após a retirada do dreno e a troca do curativo você estará de alta. Se a cirurgia for uma tireoidectomia total ou uma totalização, você tomará o comprimido do hormônio tireoidiano em jejum meia hora antes do café da manhã – será assim todos os dias para o resto da vida. Também é necessário repor o cálcio, caso as paratireóides não se recuperem após a cirurgia.

Repouso em casa

Você continuará tomando as medicações para dor e provavelmente não sentirá nada. A recuperação é muito tranquila. Dependendo da cirurgia e do paciente, costumo recomendar mais ou menos 7 dias de descanso em casa e 15 dias ou até 30 dias sem fazer esforço físico intenso, é o mesmo tempo do atestado médico para o trabalho. Após esse período não há nenhuma limitação, como viajar, ir para a academia…

Retornos no consultório

Marque o primeiro retorno em até 7 dias para revisar como ficou a cirurgia e um segundo em 15 a 30 dias – assim que a biópsia da cirurgia estiver pronta

Resultados da biópsia

A biópsia tem dois possíveis resultados (resumo do resumo): Doença benigna = cura – nesse caso você terá que acompanhar por mais algum tempo até ajustar a dose do hormônio tireoidiano e avaliar a cicatrização da ferida Doença maligna = mais duas possibilidades do que pode acontecer, nas duas você terá que acompanhar para o resto da vida pois todo câncer tem risco de voltar e caso isso aconteça tem que tratar. – doença de baixo risco – não há necessidade de tratamento adjuvante como radioiodoterapia, terá que acompanhar de perto para ajustar a dose do hormônio tireoidiano e avaliar a cicatrização da ferida e em seguida retornos bem espaçados, como um por ano – doença de médio e alto risco – terá que fazer radioiodoterapia. Vou explicar em outro artigo, mas basicamente é fazer uma dieta especial pobre em iodo e não tomar o hormônio por um período de 30 a 40 dias (isso depende da clínica), depois tomar a dose única do iodo radioativo, car um dia internada em apartamento especial para que a radiação não entre em contato com ninguém, e em seguida fazer uma cintilografia de corpo inteiro para saber em que local do corpo o iodo foi captado – geralmente apenas na região onde estava o câncer de tireóide. Depois disso você provavelmente estará curada do câncer e deverá manter consultas periódicas avaliando a dosagem de tireoglobulina e o ultrassom do pescoço.

E ai? Entendeu mais ou menos como é a recuperação da tireoidectomia?



Sabendo como tudo vai acontecer ca mais fácil de se preparar. Qualquer dúvida, escreva nos comentários ou me envie uma mensagem!

Sobre o site drtireoide.com

Estudos mostram que os pacientes esquecem cerca de 80% do que foi dito durante a consulta médica. E metade do que eles ainda lembram não foi bem o que o médico quis dizer. Noto exatamente isso – as vezes percebo que não consigo passar todo o conhecimento sobre a sua doença em apenas uma consulta. Devido a ansiedade, o paciente não capta toda a mensagem. Preparei esse material para ajudar você a entender melhor sua doença e o tratamento proposto.

Se você quiser se você quiser marcar uma consulta comigo, clique aqui.

0 visualização0 comentário