top of page
  • Foto do escritorJônatas Catunda de Freitas

Hiperparatireoidismo – Você conhece essa doença?

Atualizado: 25 de fev. de 2023

O hiperparatireoidismo é uma doença comum mas extremamente pouco diagnosticada. Isso porque 70% dos pacientes são assintomáticos! A incidência aumenta com a idade e acomete principalmente as mulheres.

O que é o hiperparatireoidismo?

É uma doença causada pelo excesso de Paratormônio – o PTH, que é produzido pelas glândulas paratireóides. Elas estão localizadas no pescoço, bem próximo da tireóide, e geralmente temos 4 delas.

O PTH é responsável pelo equilíbrio dos níveis de cálcio no sangue. No hiperparatireoidismo, o aumento exagerado do PTH causa um aumento exagerado dos níveis de cálcio – a hipercalcemia, e isso é extremamente prejudicial.

Quais os sintomas do hiperparatireoidismo?

Mais de 70% dos pacientes são assintomáticos, não sentem absolutamente nada. É descoberto em um exame de sangue de rotina, mostrando que o cálcio está elevado. Os sintomas específicos da doença se manifestam quando o problema já esta mais sério, e são pedras nos rins recorrentes, osteoporose em pacientes jovens, ou até fraturas patólogicas, pois o PTH retira o cálcio dos ossos, deixando-os mais frágeis.

Mas existem vários sintomas subjetivos, não tão específicos, como dores pelo corpo, cansaço, alterações gastrointestinais e até distúrbios psiquiátricos.

Como é feito o diagnóstico do hiperparatireoidismo?

O hiperparatireoidismo é uma das poucas doenças em que o diagnóstico é exclusivamente laboratorial, confirmada por exames de sangue. Basta a dosagem do cálcio e do PTH estarem alterados para fechar o diagnóstico.

Após a confirmação do diagnóstico, existem exames para localizar qual paratireóide está doente – o ultrassom cervical e a cintilografia das paratireóides.

Tipos de hiperparatireoidismo

Hiperparatireoidismo primário – adenoma de paratireóide, onde apenas uma das glândulas está acometida – hiperplasia – Em doenças genéticas – carcinoma de paratireóide – raro e agressivo

Hiperparatireoidismo secundário – causado pela insuficiência renal crônica, nos pacientes em hemodiálise. Todas as glândulas estão acometidas. É uma forma mais grave e deletéria de hiperparatireoidismo, e acomete principalmente os pacientes que estão na la do transplante renal.

Qual é o tratamento do hiperparatireoidismo?

O tratamento é cirurgia – retirada das glândula doente. Necessita de anestesia geral, mas é uma cirurgia segura, com poucas complicações. No pós-operatória há necessidade de cuidado com os níveis de cálcio, que podem baixar demais, mas geralmente isso é transitório.




Dr. Jônatas Catunda

Cirurgião de cabeça e pescoço, especialista em tireoide. Formado pela Universidade Federal do Ceará, professor universitário, mestrado em cirurgia pela UFC, doutorando em cirurgia pela UFC

CRM 14951 RQE 8522


Caso tenha alguma dúvida, entre em contato comigo




7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page