top of page
  • Foto do escritorJônatas Catunda de Freitas

Traqueostomia: Tipos e Cuidados



A traqueostomia é um procedimento médico vital, frequentemente realizado em pacientes críticos que necessitam de assistência respiratória prolongada. Esta técnica, que envolve a criação de uma abertura na traqueia para inserir um tubo, permite a passagem de ar e facilita a respiração. 


Indicações da Traqueostomia


A traqueostomia é indicada para uma ampla gama de pacientes, incluindo aqueles em unidades de terapia intensiva (UTI), idosos com pneumonia severa, vítimas de acidentes com dificuldades respiratórias, e indivíduos com sequelas de acidente vascular cerebral (AVC) ou problemas neurológicos que levam a aspirações frequentes. Além disso, é um procedimento comum em tratamentos de câncer de laringe ou de cabeça e pescoço, onde a manutenção da via aérea se torna um componente crucial do cuidado ao paciente.


Tipos de Traqueostomia


Existem vários tipos de tubos de traqueostomia, cada um projetado para atender às necessidades específicas dos pacientes:

  • Silicone: Equipado com um balão insuflável, este tubo ajuda a proteger a via aérea e é ideal para pacientes que necessitam de ventilação mecânica temporária.

  • Metálico: Este tipo é frequentemente escolhido para pacientes em processo de alta hospitalar, pois permite uma fácil higiene através de uma endocânula removível, facilitando o cuidado domiciliar.

  • Silicone com Balão e Endocânula: Combina as características dos tubos de silicone e metálico, sendo uma opção versátil para pacientes que necessitam manter o balão insuflado por períodos prolongados.

Cuidados com a Traqueostomia


Os cuidados pós-procedimento são cruciais para evitar complicações. A manutenção da higiene ao redor da abertura da traqueostomia e do próprio tubo é vital para prevenir a formação de rolhas de secreção, que podem obstruir a passagem do ar. Tais rolhas representam uma das complicações mais graves, podendo levar à asfixia e morte se não forem adequadamente gerenciadas.


Complicações da Traqueostomia


Além da formação de rolhas de secreção, existem outros riscos associados à traqueostomia, incluindo infecções, sangramentos e lesões na traqueia. É por isso que o procedimento deve ser realizado em um ambiente hospitalar por médicos experientes, minimizando os riscos de complicações durante a cirurgia.


Conclusão


A traqueostomia é um procedimento que salva vidas, especialmente para pacientes críticos que necessitam de assistência respiratória. Compreender as indicações, os tipos disponíveis e os cuidados necessários é essencial para profissionais de saúde, pacientes e seus cuidadores. Através da prática cuidadosa e da gestão de riscos, a traqueostomia continua a ser uma técnica inestimável no arsenal médico para o manejo de condições respiratórias críticas.





2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page